Como surgiu a maquilhagem?

Os mais antigos indícios achados por arqueólogos datam do Egito Antigo, por volta de 3000 antes de Cristo. "Considerada uma arte pela civilização egípcia, a maquiagem originou-se com o kohl". O kohl é um pigmento preto ainda hoje usado como sombra - isto é, para sublinhar o contorno dos olhos e escurecer cílios e sobrancelhas. Esse e outros antepassados da maquiagem também seriam desenvolvidos milênios mais tarde na Europa, tanto na Grécia como na Roma antigas, onde embelezavam não apenas as mulheres, mas igualmente os homens. Após a queda do Império Romano (no século V d.C.), porém, o uso destes produtos foi praticamente abandonado na maior parte do continente europeu e, durante toda a Idade Média, o pensamento religioso falou mais alto que a vaidade. A maquilhagem só ressurgiria com força a partir do século XV, quando a Itália e a França tornaram-se os principais fabricantes de produtos de beleza.
Nesta época, o uso de maquiagem era privilégio de reis, cortesãos e aristocratas, que apreciavam principalmente do pó-de-arroz e pomadas coloridas que serviam para pintar os lábios. Somente no século XVIII é que tais artefatos começaram a popularizar-se, mesmo não sendo bem aceites em todos os países. Na Inglaterra, por exemplo, as mulheres mais conservadoras evitavam usá-los por considerá-los vulgares e associá-los a costumes pouco respeitáveis. Esse preconceito inglês - compartilhado também pelos americanos - só acabaria no início da década de 1920, que deu o impulso que faltava para a maquilhagem se transformar em mania mundial.

Curiosidades:






0 comentários:

Enviar um comentário